terça-feira, 21 de maio de 2013

Estrela e buraco negro orbitando com velocidade estonteante

     O telescópio espacial XMM-Newton da Agência Espacial Europeia (ESA) ajudou a identificar uma estrela e um buraco negro que orbitam seu centro de massa comum uma vez a cada 2,4 horas, quebrando o recorde anterior em quase uma hora.
     O buraco negro desse sistema binário, conhecido como MAXI J1659-152, é pelo menos três vezes mais massivo que o nosso Sol, enquanto sua estrela companheira, uma anã vermelha, tem uma massa de apenas 20% da massa do Sol. O par está separado por aproximadamente um milhão de quilômetros. É interessante mencionar que essa distância é somente 2,6 vezes maior que a distância entre a Terra e a Lua.
     Esse sistema foi descoberto em setembro de 2010 pelo telescópio espacial Swift, da NASA, mas os cientistas inicialmente pensaram que se tratava de uma explosão de raios-gama. Logo em seguida, o telescópio japonês MAXI, na Estação Espacial Internacional, encontrou uma fonte de raios-X no mesmo local. Observações adicionais revelaram que os raios-X vinham de um buraco negro que se alimentava de matéria arrancada de uma pequena estrela companheira.

Simulação do sistema binário MAXI J1659-152.

     O buraco negro e a estrela orbitam seu centro de massa comum com a mesma velocidade angular. Como o buraco negro é bem mais massivo que a estrela, ele está bem mais próximo do centro de massa e sua velocidade linear é de 150 mil km/h. A estrela, bem mais afastada, tem velocidade linear de 2 milhões de km/h!

2 comentários:

  1. Boa noite Alexandre!!!
    Vim conhecer seu blog, através do blog do amigo Irivan (Educadores Multiplicadores).
    Adorei seu espaço e ótima dica de leitura.
    Desejo muito sucesso!!!
    Deus lhe abençoe sempre!!!
    Abraços da Bia!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Bia. Aproveite o blog. Um abraço.

    ResponderExcluir

Translate